app de relacionamento lgbt

Encontro gay? Qual o melhor app de relacionamento lgbt?

Se você é LGBT e não encontrou um espaço no comunidade gay, saiba que há app de relacionamento lgbt exclusivamente para quem não é heterossexual e quer sair com alguém.

Para encontrarmos uma cara metade não temos a necessidade irmos a bares. Hoje temos os app de relacionamento lgbt.
ClickDate abrange o público gay, bi, trans e pessoas queer. Para gay que procuram uma abordagem nova e eficaz para o namoro e gay chat, o Clickdate é o lugar perfeito para começar.

10 dicas preciosas
  • Primeiramente, se pergunte: por que?

Há várias razões pra querer se assumir. Mas muita gente não atenta para um fato importante: a única razão coerente para querer entrar no processo de se assumir é a vontade de estar bem consigo mesmo.

  • Fale a respeito, e fale bem muito

A solidão dentro do armário é cruel. Desejos reprimidos, vontades solapadas, oportunidades perdidas.Um bom passo para começar a abrir a porta é conversar a respeito. Quando você verbaliza o que está sentindo, acontece um milagre. Procure amigos próximos ou familiares de confiança e se abra. Conte tudo.

  • Experimente para se entender

Não se reprima, não deixe de fazer o que seus impulsos indicam. Se você tiver responsabilidade com os outros, só vai ser benéfico experimentar. Coloque-se em primeiro lugar, pense em você e siga em frente. Quando você é honesto consigo mesmo passa a ser uma questão de tempo a honestidade com todos os outros.

  • Vão julgar sim, mas e daí?

Quem nunca foi julgado? Você sobrevive a quem te julgar justamente porque vai ter muito mais gente ao seu lado defendendo você.

  • Não se preocupe com rótulos

A liberdade é uma abstração fascinante e assustadora— e, por causa disso, procuramos logo um rótulo que nos dê um norte. Entendendo isso, você vai compreender que não precisa ser outra pessoa para se assumir — basta que você seja você mesmo que tudo vai dar certo.

  • Fuja de quem é discreto e fora do meio

Sigilosos reforçam rótulos contra os quais você deve lutar dentro do seu processo de escancarar a porta — a maioria tem um comportamento contraditoriamente homofóbico. Estar com pessoas que se sentem bem na própria pele, quer seja no sexo casual, quer seja numa relação duradoura, vai dar a você uma nova perspectiva do que é ser gay — uma perspectiva otimista, inspiradora e encorajadora.

  • Perdoe seus pais

Essas pessoas que fazem tudo por nós e querem apenas uma coisa: que a gente seja como eles querem. É comum rolar um afastamento dos pais nesse período, mas saiba que faz parte do seu processo de se assumir buscar um entendimento maior de quem são seus pais, por que eles agem como agem e como perdoá-los por tudo.
Perdoar os pais é restabelecer uma forte conexão com quem você realmente é.

  • Assuma-se no trabalho, but be careful

Lá vem um trecho bem delicado. O trabalho não é a buatchy. Ou seja, num ambiente corporativo você não deve se comportar como se comportaria num encontro entre amigos. Por mais informal que uma empresa seja, ainda se trata de uma empresa. E manter uma postura profissional só vai fazer bem para sua vida.

  • Redes sociais

A liberdade é que dá o tom. Como o que cai na internet para sempre estará lá, pense bem antes de abrir sua vida. Muitas pessoas precisam dessa autoafirmação para se sentirem melhores, e muitas vezes enfrentar o julgamento público é uma boa forma de adquirir confiança.

  • Politize-se

Você está entrando num mundo novo, cheio de alegrias, com muitas oportunidades. Esse mundo também tem problemas sérios que precisam de mobilização, militância e luta para serem resolvidos. Ser LGBT é sim um ato político.  Não se trata apenas de se assumir. Você agora faz parte de uma camada da sociedade que luta para conquistar direitos que são constantemente negados por grupos conservadores. Neste sentido, você tem deveres com essa comunidade.